Inform@ 

 

 

 

 

 


Suporte de Informação Digital destinado às IPSS’s do Distrito de Beja       

           

 

NEWSLETTER                                                            EDIÇÃO N.º 13 de 01 de Abril de 2011

NOTÍCIAS                                                                                                                     

Sem-abrigo são sobretudo homens entre 30 e 49 anos

Quase todos os sem-abrigo em Portugal são homens e a maioria tem entre 30 e 49 anos e o sexto ano de escolaridade, de acordo com um questionário realizado no âmbito da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas Sem-Abrigo. No final de 2009, altura em que foi levado a cabo um questionário a fim de ser criada uma base de dados dos sem-abrigo em Portugal, «foram identificadas 2133 pessoas sem tecto e sem casa, que dormem na rua, em carros, em casas abandonadas ou que pernoitam em Centros de Acolhimento Temporário». Segundo revelou à agência Lusa uma fonte oficial do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, trata-se de uma população maioritariamente masculina (84 por cento), que tem entre 30 e 49 anos (60 por cento) e com o sexto ano de escolaridade (54 por cento). A ruptura familiar é a razão indicada por mais sem-abrigo (33,1 por cento) para justificar a situação em que se encontram, seguindo-se o desemprego (22,3 por cento) e as causas pessoais (20,8 por cento). Entre os problemas associados à condição de sem-abrigo e a principal necessidade de apoio estão o consumo de substâncias psicoactivas (drogas 31,3 por cento e álcool 19 por cento), as doenças mentais (11,4 por cento), as doenças físicas (11,3 por cento) e a falta de ocupação (16,9 por cento). A criação da base de dados dos sem-abrigo foi anunciada pelo Governo em Março de 2009, no âmbito da Estratégia Nacional para a Integração de Pessoas Sem-Abrigo, mas só agora foram conhecidos os dados recolhidos. Organizada pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social em conjunto com outras entidades públicas e privadas, esta Estratégia visa permitir a coordenação dos recursos existentes e apostar em três áreas específicas: prevenção, intervenção e acompanhamento. O Instituto Nacional de Estatística (INE) vai incluir pela primeira vez no Censos deste ano as pessoas sem-abrigo. Fonte: TSF Data: 28-03-2011

GNR referencia 12 mil idosos sós ou isolados em Portugal

Trabalho de campo decorreu durante um mês em todo o país, após o caso da idosa encontrada morta em casa nove anos depois. Só na sua área de jurisdição, a GNR tem identificados cerca de 12 mil idosos que vivem sós ou em locais isolados, confirmam os Censos Sénior. Os distritos de Santarém e Bragança são os mais problemáticos. São precisamente 12.020 casos agora identificados, numa área de jurisdição que chega aos 90% do território nacional, embora abranja apenas metade da população portuguesa. Durante exactamente um mês – de 25 de Fevereiro a 25 de Março –, os militares da GNR de todos os comandos territoriais andaram de porta em porta à procura de idosos que vivam sozinhos ou geograficamente isolados. O levantamento nacional incluiu dois outros procedimentos: a GNR aproveitou para georeferenciar todas estas pessoas e trocar contactos, tentando criar uma ligação para casos de emergência. Da lista final, a que a Renascença teve acesso, destaque para o distrito de Santarém, com 1.660 idosos identificados, seguido de Bragança, com 1.544. Ainda acima das mil pessoas referenciadas, estão os distritos de Castelo Branco e do Porto. Em sentido inverso, com menos casos detectados, está o distrito de Setúbal, com 113, de Faro, com 229 e de Beja, com 274. Dos dados apurados, ainda um destaque: na ilha do Corvo, nos Açores, a única onde só está representada a GNR, foram identificados 14 idosos que vivem sozinhos. Os Censos Sénior foram realizados em Fevereiro, na sequência do caso da idosa que estava morta em casa há nove anos.. Fonte: rádio Renascença Data: 28-03-2011

 

LEGISLAÇÃO

Nas séries de hoje do Diário da República não foram encontrados diplomas que se enquadrem nas temáticas habitualmente divulgadas.

 

 Comunicado do Conselho de Ministros de 31 de Março de 2010

 

 

 

SEMINÁRIOS/CONFERÊNCIAS

II Congresso Internacional Psicologia da Criança e do Adolescente “Bem-estar e Estilos de Vida Saudáveis”

Data: 6 e 7 de Abril; Local: Universidade Lusíada de Lisboa.

II Congresso da Sociedade Portuguesa para o “Estudo da Saúde Escolar”

Data: 6 e 7 de Abril; Local: Fórum Cultural de Ermesinde.

II Congresso Internacional de Estudos Interculturais

Data: 25 a 27 de Maio; Local: ISCAP, Porto.

Seminário Ibérico “O Papel do Voluntariado nas Políticas Sociais”

Data: 28 de Abril; Local: Teatro Municipal Pax-Júlia, Beja.

Informações: Informações: Telef.: 284 325 744 ou E-mail: n.beja@reapn.org.

FORMAÇÃO

Acção de Formação “Intervenção Social: Capacitar para Transformar Positivamente”

Data: 6 a 8 de Abril; Local: Portalegre.

 

Acção de Formação “Apanhar Sol por Dentro: Uma abordagem criativa à terceira idade”

Data: 14 e 15 de Abril; Local: IPJ, Beja.

Informações: Telef.: 284 325 744 ou E-mail: n.beja@reapn.org.

Pós-Graduação “Intervenção com Pais”

 

Data: Início a 15 de Abril; Local: Coimbra.

Próximas Efemérides:

 

 

ABRIL DE 2011

 

2 – Dia internacional do Livro Infantil

 

7 – Dia Mundial da Saúde

 

11- Dia Mundial da Doença de Parkinson

 

 

                DESTAQUES MENSAIS

                 

 

TEMPO

 

Idosos portugueses têm menos esperança de vida saudável do que os espanhóis

Portugal tem mais idosos e mais doentes do que Espanha e a esperança de vida saudável aos 65 anos é significativamente superior no país vizinho, revela um estudo comparativo feito pelos institutos de estatística dos países ibéricos. Enquanto as mulheres e os homens espanhóis têm, aos 65 anos, uma média de 9,8 e 8,6 anos de vida saudável pela frente, nos portugueses essa esperança não vai além dos 6,6 anos e 5,4 anos respectivamente. A comparação faz parte de "A Península Ibérica em Números/La Península Ibérica en Cifras", publicação da responsabilidade dos Institutos Nacionais de Estatística de Espanha e de Portugal, correspondente a 2010. O documento apresenta um conjunto de indicadores estatísticos oficiais agrupados em 15 temas que compara os dois países. Segundo esta edição, a esperança de vida à nascença das mulheres espanholas (84,7 anos) em 2009 era a mais elevada da União Europeia. A esperança de vida à nascença das portuguesas (81,8 anos) ocupava uma posição intermédia no ranking dos 27 países. No mesmo ano, a população com 65 ou mais anos representava 17,6 por cento em Portugal e 16,6 por cento em Espanha (em relação à população total de cada um), posicionando-os no grupo de países da UE em que esta faixa populacional apresenta percentagens mais elevadas. Fonte: Jornal de Noticias Data: 31-03-2011

                                                                    OUTRAS NOTICIAS

 

Rede chega a 90% das regiões

 

PUBLICAÇÕES/EVENTOS

Cuidar de idosos com dependência física e mental

Carlos Sequeira Lidel. Lisboa, 2010

 

Assuntos: Pessoas idosas / Pessoas com dependência / Envelhecimento / Cuidados às pessoas idosas / Prestadores de cuidados / Cuidados informais

 

Classificação: Envelhecimento / Dependência

 

 

 

 

 

Infância na Europa

(N.º 19, Julho/Dezembro) Associação de Profissionais de Educação de Infância, prop. APEI. Lisboa, 2010.

 

Relacionar-se com a natureza – Wilma Schepers, Ine van Liempd. O espaço exterior em Bodø. Incentivar mais a actividade física ao ar livre em Bodø – Dagfinn Krog. O exterior da escola: um mundo cheio de possibilidades – Carme Cols. Vamos brincar em Bruxelas – Cécile Duvivier. Normas legais das dimensões do espaço exterior por criança. A centralidade do jogo na promoção da saúde – Fredrika Mårtensson.(…)

 

Ousar Integrar.

Revista de reinserção social e prova (N.º 6 Ano 3, Maio) Direcção-Geral de Reinserção Social, prop DGRS. Lisboa, 2010 Reincidência de jovens infractores na Comunidade de Madrid – José Luis Graña Gómez, Vicente Garrido Genovés e Luis González Cieza.Transições para a vida adulta entre os jovens de um bairro social – Alexandre Silva e Fernando Luís Machado.Bullying - agressividade em contexto escolar – Luísa Carrilho e Teresa Bacelar.“Prisão sem grades”: factores para o sucesso da medida

 Disponível online.

 

Publicação do Instituto da Segurança Social, I.P.

Pretextos N.º 40

Dezembro de 2010

Destaques: SCORE RH vence Prémio de Boas Práticas no Sector Público; Encontro Nacional Horizontes de Mudança na Violência às Pessoas Idosas; Um caminho para melhores Respostas Sociais; MTSS celebra acordo de cooperação com Instituições de Solidariedade Social; Candidaturas à 7ª Edição do Prémio de Jornalismo Famílias na Comunicação Social; 6ª Edição do Prémio de Jornalismo A Família na Comunicação Social; entre outros.

LINKS

Plataforma Supra Concelhia do Baixo Alentejo

                    

                         

Se desejar receber a ISS INFORM@ por favor contacte: Claudia Seita CDSSBeja  e-mail: claudia.m.seita@seg-social.pt

Instituto da Segurança Social, I.P. – Centro Distrital de Segurança Social de Beja

Rua Professor Bento de Jesus Caraça, n.º 25, 7801-951 Beja , Tel. 284 312 700 -  Fax. 284 329 618 - Email: cdssbeja@seg-social.pt